Blog

Inbound Marketing: captando e fidelizando clientes

Inbound Marketing: captando e fidelizando clientes


A captação e a fidelização de clientes são fatores chave de sucesso e um desafio para as empresas. Sem esse processo o dinheiro não entra e o negócio não cresce. Mas como fazer isso em um ambiente cada vez mais competitivo? O Inbound Marketing é uma solução.

O conceito surgiu nos Estados Unidos e pode ser traduzido como marketing de atração. Sua principal diferença para o marketing tradicional é que quem procura a empresa é o cliente e não o contrário.

Através dele, são realizadas ações que atraem o potencial cliente para o site ou blog da empresa. A partir daí, é feito um trabalho de relacionamento com essa pessoa. Esse processo é feito através da produção de conteúdo relevante e exclusivo. Com ele os consumidores são educados sobre o segmento da empresa, transformando a empresa em referência no setor.

O processo do Inbound é realizado em etapas, são elas: (1) atração, (2) conversão, (3) fechamento e (4) fidelização. O conteúdo produzido é voltado para cada um desses passos, buscando instigar o interesse dos usuários e transformá-los em potenciais clientes.

Esse processo é realizado junto com a captação de leads, a criação de buyers personas, co-marketing e técnicas de Search Engine Optimization. Confira como essas estratégias podem fazer você se destacar da concorrência, captar e fidelizar clientes.

1. Buyer Personas
A Buyer Persona é um personagem criado para ajudar a empresa a entender quem são os seus clientes e quais são suas necessidades. Ela tenta descrever ao máximo quem são os compradores principais dos produtos e serviços oferecidos. Entre as características necessárias para se criar uma persona estão nome, idade, profissão, renda gostos pessoais, áreas de interesse e um perfil de comportamento. Além disso, descreva os motivos que levam esse personagem a se interessar pelo seu produto. Assim você terá uma boa base para pensar os conteúdos e a comunicação do seu negócio.

2. Blog
Com a Buyer Persona criada passe a produzir conteúdo relevante para esse comprador. Além dos textos estarem relacionados ao segmento de sua empresa, se pergunte sobre o que seu cliente gostaria de ler e de que forma eles podem ser usados para captar leads. Mantenha seu blog atualizado, com periodicidade de postagens e assuntos interessantes.

3. SEO
Na hora de escrever seus textos só a qualidade e assuntos relevantes não bastam, é necessário estar atento ao Search Engine Optimization, o SEO (em português Otimização dos Mecanismos de Pesquisa). Essa técnica consiste em uma série de técnicas e estratégias para aumentar os acessos de um site, buscando posicioná-lo nas primeiras opções de um buscador.

O Google é o principal site de pesquisa, por isso na hora de escrever é necessário levar em conta aquilo que ele considera mais relevante. A principal prática do SEO é o uso de palavras-chave. Utilizando as palavras mais buscadas sobre determinado assunto o Google presta mais atenção no que você escreveu. Mas não basta usá-la apenas uma vez, elas devem aparecer o máximo possível no título, subtítulo, na meta-descrição, na URL, nos intertítulos e ao longo da publicação. Para saber quais são as palavras chave de determinado assunto você pode utilizar o Google Trends ou a plataforma Answer The Public.

4. Co-marketing
Também chamado de Marketing Colaborativo diz respeito a uma ação em que duas empresas do mesmo segmento – mas que não são concorrentes – decidem se juntar para potencializar resultados. Assim, realizam uma ação conjunta buscando atingir o mesmo público-alvo e compartilham os resultados, como a geração de leads. Entre os benefícios desse tipo de estratégia está a divisão dos gastos e responsabilidades.

Ficou com alguma dúvida? Escreve nos comentários ou entra em contato clicando aqui. Estamos sempre à disposição para ajudar a sua empresa ;)