Blog

Como usar o LinkedIn para a sua estratégia de conteúdo?

Como usar o LinkedIn para a sua estratégia de conteúdo?


Uma plataforma que a cada segundo ganha dois usuários merece a nossa atenção. O Linkedin é uma rede voltada para assuntos profissionais e se a sua empresa não está nela, é hora de começar a se inteirar sobre este mundo! Em 2015 o Linkedin superou a marca de 347 milhões de usuários no mundo todo e no Brasil, são mais de 20 milhões de usuários. Com isso, o país já é o terceiro em perfis na rede social profissional, atrás apenas de EUA e Índia.

De acordo com a rede, o perfil dos usuários se diversificou bastante nestes cinco anos, quando chegou ao Brasil. No início da rede, o padrão de usuários era os profissionais das áreas de TI e Telecomunicações, hoje esse leque está bem maior, incluindo setores como Recursos Humanos, Saúde, Bem-Estar, Marketing, Construção, Finanças, Educação, Produção de Conteúdo e muitos outros. Não existe restrição profissional para entrar na rede, os usuários que estão em busca de oportunidades também são bem-vindos e precisam estar por dentro do que acontece na rede.

As empresas andam sempre de olho no que acontece no Linkedin, não falamos só do setor de Recursos Humanos, mas também os empresários e profissionais. Diversas novidades e movimentos de mercado são postadas por alí, diferentemente do Facebook, uma rede onde o público fala sobre diversos assuntos. O Linkedin é mais segmentado, neste sentido, pode-se dizer.

O canal proporciona uma busca qualificada de vagas, promove networking, grupos profissionais, oferecimento de vagas e você também fica de olho sobre que estão falando sobre a sua empresa, ou seja, é uma ótima fonte de prospects e possíveis novos colaboradores. Portanto, não importa se a sua empresa é pequena, grande, poucos ou muitos funcionários. Esteja presente na rede!

5 tópicos importantes que você deve levar em consideração para montar a estratégia do seu negócio no Linkedin:
1 - Abordagem e postura estritamente profissional
2 - Prioridade qualitativa em vez de quantitativa
3 - Participação em grupos como forma de análise e monitoramento
4 - Monitorar o que estão falando sobre sua empresa
5 - Networking

Além disso, você pode aproveitar e seguir empresas, organizações e pessoas influentes. Desta forma você acompanha o conteúdo do seu interesse com maior frequência. Fique por dentro do mercado, dos profissionais e das tendências que não param!

Bom, agora é você correr lá, se cadastrar e cadastrar a sua empresa. Bom trabalho!